Agrosoft Brasil

Agrosoft: Um jeito gostoso de ficar bem informado!
Leia o Agrosoft do seu jeito: Email - Facebook - Twitter - Blogger - RSS

Artigos :: Subsolagem no preparo inicial do solo e o manejo de coberturas vegetais no controle de plantas infestantes – Efeito sobre o desenvolvimento do sistema radicular do mamoeiro ‘Tainung 1’

Publicado em 13/06/2008 na seção artigos :: Outros formatos: Texto e PDF

O mamoeiro (Carica papaya, L) é uma fruteira típica de regiões tropicais e subtropicais. A produção do estado da Bahia é de, aproximadamente, 50% da produção nacional, envolvendo 15.555 ha cultivados (IBGE, 2005). A acentuada sensibilidade da cultura do mamão à competição por água pelas plantas infestantes tem induzido os produtores a adotarem um manejo na superfície do solo com o controle mecânico dessas plantas, aumentando a compactação dos solos dos Tabuleiros Costeiros, além dos cortes sucessivos do sistema radicular.

Créditos: José Eduardo
Clique na imagem para vê-la no seu tamanho original.

O adensamento e compactação que ocorrem nesses solos leva à busca de sistemas de manejos de solo diferenciados dos usualmente empregados em outras regiões, a fim de propiciar condições para melhorar o crescimento e produtividade de culturas nele cultivados (Souza, 1996). Este trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento do sistema radicular do mamoeiro, em diferentes situações de manejos do solo, no município de Rio Real, Litoral Norte da Bahia.

O experimento foi conduzido na fazenda Lagoa do Coco com o grupo Formosa, híbrido ‘Tainung 1’, composto pelos tratamentos:

1 - palhada de capim napier (.Pennisetum purpureum) como cobertura morta nas entrelinhas;

2 - controle de plantas infestantes com roçadeira nas entrelinhas das fileiras duplas;

3 - manejo de adubos verdes - amendoim forrageiro (Arachis pintoi.) nas entrelinhas das fileiras duplas por todo ano;

4 - manejo do feijão-de-porco (Canavalia ensiformis) plantado no início da estação das águas (maio/junho) e roçado no início do período seco (setembro/outubro);

5 - sistema de preparo convencional com preparo do solo sem subsolagem e controle de plantas infestantes nas entrelinhas das fileiras duplas com grade e nas fileiras duplas com enxada manual.

Em cada parcela dos tratamentos 1 a 4 foi efetuada a subsolagem como preparo mínimo do solo, sendo realizada com as três hastes do subsolador DMD nas fileiras duplas, a uma profundidade média de 0,60m. O espaçamento adotado foi de 2,0 x 2,0 m entre as linhas de plantio em fileiras duplas e de 4,0 m entre as fileiras duplas.

São apresentados na Figura 1 os dados de densidade total de raízes do mamoeiro ‘Tainung 1’, submetido a dois preparos de solo na implantação do pomar e a diferentes manejos de coberturas vegetais no controle integrado de plantas infestantes. Observa-se em todas as profundidades e locais amostrados (linha, entre plantas e entre fileiras duplas) que os tratamentos com subsolagem na linha de plantio e o manejo de feijão-de-porco e amendoim forrageiro foram os que apresentaram maior desenvolvimento do sistema radicular quando comparado aos demais tratamentos, demonstrando que essas duas leguminosas contribuíram, significativamente, para a melhoria da estrutura do solo nas entrelinhas da cultura. Esses resultados estão coerentes com os observados por Carvalho et al. (2002), nos trabalhos desenvolvidos na Bahia e Sergipe em citros, com a utilização da subsolagem associada ao manejo de coberturas vegetais no controle integrado de plantas infestantes.

Figura 1 - Densidade total das raízes (cm.cm-3 de solo), médias das profundidades 0-10; 10-20; 20-40; 40-60 cm, nos diferentes tratamentos estudados na cultura do mamão: 1- palhada de capim napier como cobertura morta nas entrelinhas; 2 - controle de plantas infestantes com roçadeira nas entrelinhas das fileiras duplas; 3 - manejo de adubos verdes - amendoim forrageiro nas entrelinhas das fileiras duplas por todo ano; 4 - manejo do feijão-de-porco plantado no início da estação das águas (maio/junho) e roçado no início do período seco (setembro/outubro); 5 - sistema de preparo convencional com preparo do solo sem subsolagem e controle de plantas infestantes nas entrelinhas das fileiras duplas com grade e nas fileiras duplas com enxada manual. Rio Real, BA, 2005.
Créditos: Embrapa
Clique na imagem para vê-la no seu tamanho original.

Os tratamentos constituídos por coberturas vegetais na entrelinha, associada a subsolagem na linha de plantio, contribuíram para um melhor desenvolvimento do sistema radicular da variedade ‘Tainung 1’ em profundidade e maior densidade de raízes para as condições em estudo, permitindo a recomendação da adoção, pelo produtores, da subsolagem no preparo inicial do solo e de coberturas vegetais no controle integrado de plantas infestantes na cultura do mamão (Foto 1, acima).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE), consultado http://www.ibge.gov.br, 20/09/2005.

SOUZA, L. da S. Uso e manejo dos solos Tabuleiros Costeiros. In: Reunião Técnica sobre solos coesos do Tabuleiros Costeiros, 1996. Cruz das Almas, Anais. Aracaju Embrapa CPATC, 1996, P. 36-75.

AUTORIA

José Eduardo Borges de Carvalho
Luciano da Silva Souza
Cláudio Luiz Leone Azevedo
Jailson Lopes Cruz
Pesquisadores
Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical

Laurenice Araújo dos Santos
Graduanda em Agronomia da UFRB
Cruz das Almas, BA

AGROSOFT
Um jeito gostoso de
ficar bem informado!
Leia o Agrosoft do
seu jeito:
Email
Facebook - Twitter
Blogger - RSS